Inovação global de subsidiárias estrangeiras localizadas em mercados emergentes

Sidney Costa, Felipe Mendes Borini, Marcos Amatucci

Resumo

O presente artigo tem como objetivo mostrar que a inovação global em subsidiárias estrangeiras instaladas em mercados emergentes depende dos contextos competitivos nacional e internacional. A dependência é direta no âmbito internacional e indireta no contexto competitivo nacional. Isso porque as subsidiárias precisam se inserir nas redes externas do país hospedeiro para se valer dos benefícios do contexto competitivo nacional. Nesse intuito, o artigo utiliza como objeto de investigação as subsidiárias estrangeiras instaladas no Brasil como representantes das subsidiárias hospedadas em mercados emergentes. Para tanto, faz uso de modelos de equações estruturais. O resultado sugere que as subsidiárias estrangeiras localizadas em mercados emergentes que praticam atividades de inovação global usam estratégias diferenciadas para acessar os recursos do ambiente externo. Para aproveitar os benefícios do contexto competitivo nacional do país hospedeiro, elas precisam se envolver em redes técnicas como meio de superar as adversidades do local e aprender a operar no mercado emergente. Por sua vez, as subsidiárias integradas em cadeias produtivas globais fazem uso direto do contexto competitivo internacional localizado em países desenvolvidos.

Palavras-chave

subsidiárias estrangeiras; estratégia de empresas multinacionais; inovação global

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';