Racionalidades em jogo em um processo de profissionalização organizacional



Artigo principal Conteúdo

Henrique Muzzio

Resumo

Este artigo objetiva apresentar as especificidades envolvidas em um processo de profissionalização numa empresa familiar de grande porte. As empresas familiares são objeto de visões opostas sobre a capacidade de gestores familiares possuírem habilidade para gerenciar um negócio de forma competitiva. No processo de profissionalização aqui analisado, uma alternativa aos valores familiares desencadeou avaliações contraditórias entre os investigados. Utilizando o antagonismo entre uma racionalidade instrumental, associada aqui à visão dos novos gestores profissionais, e uma racionalidade substantiva, vinculada à noção dos antigos empregados, esta pesquisa contrapõe os ditos e os não ditos no espaço simbólico organizacional. Com uso de metodologia qualitativa, a partir de uma estratégia de estudo de caso, foram realizadas entrevistas em três unidades empresariais para posterior análise de conteúdo. Os resultados sugerem uma degradação dos ideais do fundador diante do discurso modernizante implantado pelos gestores profissionais. Observa-se uma diluição do seu legado em nome de outros valores, os quais foram associados a uma questão de competitividade e de longevidade organizacional.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Muzzio, H. (1). Racionalidades em jogo em um processo de profissionalização organizacional. Revista De Administração Contemporânea, 16(6), 827-844. https://doi.org/10.1590/S1415-65552012000600005
Seção
Artigos