Pesquisa acadêmica em contabilidade gerencial no Brasil: análise e reflexões sobre teorias, metodologias e paradigmas

Artur Roberto do Nascimento, Emanuel Junqueira, Gilberto de Andrade Martins

Resumo

O trabalho teve por objetivo identificar e analisar as características epistemológicas da produção acadêmica da pesquisa em contabilidade gerencial no Brasil. Realizou-se uma pesquisa empírico-analítica com técnicas de análise bibliométrica e de conteúdo dos trabalhos do Congresso da Associação Nacional do Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis [ANPCONT] de 2007 e 2008, Congressos de Contabilidade e Controladoria da Universidade de São Paulo [USP] e Encontros Nacionais da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração [ANPAD] dos anos de 2005 a 2008, perfazendo um total de 287 trabalhos. Os resultados indicam: (a) baixa utilização de referências que abordem as teorias da contabilidade gerencial, baixa incidência de referências a artigos publicados em periódicos internacionais e alta idade média dos trabalhos citados, 10 anos; (b) as estratégias de pesquisa se concentram em pesquisas de campo (38%), levantamentos descritivos (16%), ou trabalhos documentais (9%), sem geração de teorias substantivas ou trabalhos de natureza explicativa; (c) em relação às teorias, observa-se que 83% dos trabalhos se baseiam somente em conceitos contábeis ou legislação, enquanto 17% utilizam teorias da economia, sociologia ou psicologia; (d) em relação aos paradigmas, observa-se que a maioria segue o funcionalista (97%), e apenas 3% seguiram paradigmas críticos/interpretativos.

Palavras-chave

teoria da contabilidade gerencial; epistemologia da contabilidade gerencial; pesquisa em contabilidade gerencial

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';