Estilos de comportamento de profissionais de ciência, tecnologia e inovação (C,T& I)



Artigo principal Conteúdo

Roberto Coda
Maria Filomena Fontes Ricco

Resumo

A partir dos conceitos de Orientação Motivacional e de Estilo de Mobilização, criados com base no pensamento de Erich Fromm sobre personalidade, e à luz de estudos voltados para a gestão de pessoas em ambiente de C,T& I, este trabalho visa identificar padrões de comportamento no trabalho de profissionais que atuam em organizações de C,T&I, intencionando, dessa forma, fornecer subsídios para a contratação, desenvolvimento e alocação de profissionais, hoje denominados trabalhadores do conhecimento. Em uma abordagem empíricoanalítica, utiliza-se o Diagnóstico M.A.R.E. para coletar dados de amostra de 643 profissionais de organizações de C,T&I e os compara com os de outra amostra, composta por 4.981 casos, previamente coletados em organizações de diferentes áreas de atuação e em âmbito nacional. Diferentemente do que ocorre em relação à amostra nacional, os resultados indicam haver predominância, nas organizações alvo do estudo, dos estilos de mobilização Especialista e Competidor, e um decréscimo de representatividade dos estilos de mobilização Mantenedor e Conquistador, sugerindo haver peculiaridades de comportamento e de cultura organizacional para os profissionais e organizações estudados, o que os caracteriza como grupo diferenciado, com padrões comportamentais específicos.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Coda, R., & Ricco, M. F. F. (1). Estilos de comportamento de profissionais de ciência, tecnologia e inovação (C,T& I). Revista De Administração Contemporânea, 14(3), 516-531. https://doi.org/10.1590/S1415-65552010000300008
Seção
Artigos