Autoconceito profissional e suporte à transferência e impacto do treinamento no trabalho



Artigo principal Conteúdo

Natasha Tamayo
Gardênia da Silva Abbad

Resumo

Esta pesquisa investigou o relacionamento entre autoconceito profissional, suporte à transferência e impacto do treinamento no trabalho. As amostras de participantes (modelo 1auto-avaliação de Impacto como variável critério, N = 117; modelo 2-heteroavaliação como variável critério, N = 100) foi obtida junto a duas organizações do Distrito Federal. A coleta de dados se deu em dois momentos distintos: no primeiro dia de treinamento, quando era aplicada a escala de Autoconceito Profissional e três meses após o término do curso, quando eram aplicados os instrumentos de Impacto e Suporte na amostra de participantes e de suas respectivas chefias. Todos os instrumentos foram validados estatisticamente. Somente Suporte Psicossocial percebido pelo treinando (sr² = 0,25) e Suporte Material percebido pela chefia (sr² = 0,16) contribuíram, respectivamente, na explicação da variabilidade de auto e heteroavaliação de Impacto do Treinamento. Esses resultados corroboram estudos nacionais e estrangeiros no que se refere ao poder explicativo de Suporte Psicossocial sobre os níveis de Impacto. O Autoconceito Profissional não foi preditor de Impacto de Treinamento. Porém, essa variável não deve ser descartada dos modelos de avaliação, pois poderá explicar o impacto de programas de educação e encarreiramento sobre o perfil da clientela.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Tamayo, N., & Abbad, G. da S. (1). Autoconceito profissional e suporte à transferência e impacto do treinamento no trabalho. Revista De Administração Contemporânea, 10(3), 9-28. https://doi.org/10.1590/S1415-65552006000300002
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Gardênia da Silva Abbad, UnB

- Doutora em Psicologia pela Universidade de Brasília (UnB). Professora nos cursos de graduação e pós-graduação em Psicologia na UnB. Consultora e instrutora nas áreas de treinamento e desenvolvimento, avaliação de desempenho e comportamento organizacional. Integrante do grupo Pronex- Programa de Apoio a Núcleos de Excelência CNPq. Suas áreas de interesse em pesquisa são Treinamento, Desenvolvimento e Educação, presencial e a distância