A produção acadêmica sobre aprendizagem organizacional no Brasil



Artigo principal Conteúdo

Elizabeth Loiola
Antonio Virgílio Bittencourt Bastos

Resumo

O crescente interesse em analisar os processos que conduzem à aprendizagem organizacional ou em descrever as características das organizações que aprendem, tornou o tema da aprendizagem em organizações alvo de intensa pesquisa na comunidade científica internacional e objeto de ampla literatura de divulgação científica para gestores e consultores. No presente estudo buscou-se mapear a produção acadêmica sobre aprendizagem organizacional no Brasil, divulgada no período de 1997 a 2001. Para tanto, foram analisados 43 artigos completos, publicados nos principais periódicos da área de Administração e anais de dois importantes congressos científicos. Além de fornecer uma caracterização geral desta produção, os resultados revelam temas, conceitos, bases teóricas, referências e tipos de pesquisa que predominam neste domínio de investigação. Esses resultados podem ser úteis para delinear uma agenda de pesquisa que equacione os principais dilemas e preencha as lacunas claramente perceptíveis na área.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Loiola, E., & Bastos, A. V. B. (1). A produção acadêmica sobre aprendizagem organizacional no Brasil. Revista De Administração Contemporânea, 7(3), 181-201. https://doi.org/10.1590/S1415-65552003000300010
Seção
Documentos e Debates
Biografia do Autor

Elizabeth Loiola, Universidade Federal da Bahia

Doutora em Administração pela Universidade Federal da Bahia. Professora Adjunta da Escola de Administração e do Mestrado em Psicologia da Universidade Federal da Bahia, além de Pesquisadora do CNPq. Suas áreas de interesse em pesquisa são gestão de C&T&I, pesquisa em administração, inovação e aprendizagem organizacional.

Antonio Virgílio Bittencourt Bastos, Universidade de Brasília

Doutor em Psicologia Social e do Trabalho pela Universidade de Brasília. Professor Titular e Coordenador do Mestrado em Psicologia e Professor da Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia, além de Pesquisador do CNPq. Suas áreas de interesse em pesquisa são comportamento organizacional, administração e processos psico-sociais, psicologia social.