Análise sobre a Produção Acadêmica Brasileira em Comunidades de Prática



Artigo principal Conteúdo

Luciano Mendes
Ligia Maria Soto Urbina

Resumo

O objetivo neste artigo foi analisar a evolução das publicações acadêmicas brasileiras a respeito do termo comunidades de prática, visando identificar, ao longo do tempo, o crescimento destas comunidades, assim como as transformações dos conceitos e suas utilizações nos textos acadêmicos. Para tanto, houve necessidade de discutir o surgimento e as derivações do conceito de comunidades de prática nos principais textos que abordam esse tema. Logo em seguida, foi apresentado um tópico sobre o percurso metodológico, no qual foram descritas as técnicas de bibliometria e análise contextual utilizadas na pesquisa desenvolvida. Os resultados mostram que os textos clássicos discutidos na parte teórica deste artigo são comumente referenciados (bibliometria) na produção acadêmica brasileira. Apesar disso, fica evidente que, em termos de disseminação, ampliação, restrição ou limitação na utilização do conceito de comunidades de prática, existem modificações terminológicas que vinculam esse conceito mais aos propósitos dos pesquisadores e de suas pesquisas do que, necessariamente, à compatibilidade desse termo ao que está estabelecido na literatura sobre o tema.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Mendes, L., & Urbina, L. M. S. (1). Análise sobre a Produção Acadêmica Brasileira em Comunidades de Prática. Revista De Administração Contemporânea, 19(spe3), 305-327. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac20151754
Seção
Artigos