Facetas do risco no empreendedorismo internacional



Artigo principal Conteúdo

Yákara Vasconcelos Pereira Leite
Walter Fernando Araújo de Moraes

Resumo

Este artigo tem o objetivo de analisar as facetas do risco enfrentado pelo empreendedor no processo de internacionalização. A abordagem de empreendedorismo internacional compôs a sustentação teórica da pesquisa. Um estudo de múltiplos casos qualitativo-longitudinais foi desenvolvido na Agrícola Famosa-CE, Agro Melão-RN (pseudônimo), Special Fruit-BA e Ara Agrícola-PE. Trinta gestores e consultores participaram das entrevistas. A análise de dados contou com o apoio da teoria adaptativa e da análise de conteúdo. Duas facetas do risco emergiram dos dados, a saber: comercial e negociação; e produção agrícola. O câmbio se apresenta como o desafio mais arriscado de comercial e negociação, enquanto que as condições climáticas caracterizam a produção agrícola que influenciam o processo de internacionalização. Portanto, a dimensão comercial e negociação decorre da internacionalização e da atividade do segmento econômico, enquanto que a produção agrícola possui idiossincrasias do agronegócio.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Leite, Y. V. P., & Moraes, W. F. A. de. (1). Facetas do risco no empreendedorismo internacional. Revista De Administração Contemporânea, 18(1), 96-117. https://doi.org/10.1590/S1415-65552014000100007
Seção
Artigos