Sobrequalificação no trabalho e sua influência sobre atitudes e comportamentos



Artigo principal Conteúdo

Cristiano Oliveira Maciel
Camila Camargo

Resumo

O interesse pela noção de competência tem contribuído para que o conceito de sobrequalificação no trabalho permaneça à margem da corrente principal no campo dos estudos organizacionais. Para explorar essa lacuna, delineou-se o seguinte objetivo de pesquisa: verificar a influência da sobrequalificação percebida no trabalho sobre satisfação, intenção de saída e cooperação do indivíduo na organização. Após desenvolvimento das hipóteses, foram investigados, por meio de um survey, 331 trabalhadores de oito organizações. As hipóteses foram testadas por meio de um Modelo de Equações Estruturais. Os resultados apontam que, das duas dimensões da Sobrequalificação, Incongruência (habilidades além do necessário para a função) e Contracrescimento (restrições para desenvolvimento e uso das habilidades), é o fator Contracrescimento que influencia mais significativamente a Satisfação, a Intenção de Saída e o Comportamento Cooperativo. Contrariamente a uma das hipóteses, verificou-se que a dimensão Incongruência influencia positivamente na cooperação do indivíduo com a organização.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Maciel, C. O., & Camargo, C. (1). Sobrequalificação no trabalho e sua influência sobre atitudes e comportamentos. Revista De Administração Contemporânea, 17(2), 218-238. https://doi.org/10.1590/S1415-65552013000200006
Seção
Artigos