Limites e possibilidades disciplinares da administração pública e dos estudos organizacionais



Artigo principal Conteúdo

Élvia Mirian Cavalcanti Fadul
Mônica de Aguiar Mac-Allister da Silva

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar os limites disciplinares e o desenvolvimento de abordagens inter, multi e transdisciplinares nos campos da administração pública e dos estudos organizacionais. Adota-se uma estratégia metodológica estruturada em duas etapas. A primeira constitui-se de uma abordagem teórica na qual se conceitua disciplina, se exploram teoricamente as possibilidades e os limites das abordagens uni, inter, multi e transdisciplinares, e se desenvolve uma análise dos campos administração pública e estudos organizacionais na perspectiva dessas abordagens. A segunda etapa constitui-se de um estudo empírico no qual se analisam as possibilidades e os limites das abordagens uni, inter, multi e transdisciplinares das divisões Administração Pública e Gestão Social, e Estudos Organizacionais do Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, EnANPAD. Conclui-se que essas divisões priorizam, com dificuldade, a abordagem unidisciplinar, e apresentam abordagens inter e multidisciplinares sem sistematização, não conseguindo usufruir as possibilidades, nem superar os limites de cada uma delas.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Fadul, Élvia M. C., & Silva, M. de A. M.-A. da. (1). Limites e possibilidades disciplinares da administração pública e dos estudos organizacionais. Revista De Administração Contemporânea, 13(3), 351-365. https://doi.org/10.1590/S1415-65552009000300002
Seção
Artigos