Oportunidades de qualificação profissional no Brasil: reflexões a partir de um panorama quantitativo



Artigo principal Conteúdo

Luciana Mourão

Resumo

O objetivo deste trabalho foi realizar um mapeamento nacional das oportunidades de qualificação profissional e das organizações que mais investem nesse tipo de ação. Para tanto foi realizado survey com 1.150 instituições (públicas, privadas e do terceiro setor), em 115 municípios e 23 unidades federadas. A amostra foi probabilística, por conglomerado, com 50 questionários por UF, abrangendo a capital e municípios de médio e de pequeno porte (classificação IBGE/2004). Os resultados mostram que mais de um quarto das organizações não realiza ações de qualificação dos seus funcionários. O Índice de Oportunidades de Qualificação Profissional, criado neste estudo, apresentou correlação positiva com número de empregados, porte da organização e tempo de atuação no mercado. A análise de variância (ANOVA) apontou diferenças significativas entre as regiões brasileiras e entre as organizações públicas e privadas. As organizações de grande porte, com mais de 100 funcionários, mais de 22 anos no mercado e localizadas nas regiões Sul e Sudeste correspondem ao perfil que mais oferece oportunidades de qualificação. Esse panorama chama a atenção para a importância de políticas públicas, que facilitem o processo de capacitação das pessoas que atuam em organizações menores, que oferecem poucas oportunidades de qualificação.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Mourão, L. (1). Oportunidades de qualificação profissional no Brasil: reflexões a partir de um panorama quantitativo. Revista De Administração Contemporânea, 13(1), 136-153. https://doi.org/10.1590/S1415-65552009000100009
Seção
Artigos