Segmentação logística: um estudo na relação entre fornecedores e varejistas no Brasil



Artigo principal Conteúdo

Kleber Figueiredo
Ilana Kogan Goldsmid
Rebecca Arkader
Maria Fernanda Hijjar

Resumo

Atualmente, na relação entre indústria e varejo no Brasil, há pressão para que os fornecedores melhorem o serviço ao cliente e reduzam seus custos logísticos. A segmentação logística pode apoiá-los em seus esforços de posicionamento, uma das competências-chave em logística. A segmentação logística por benefícios ajuda os fornecedores a diferenciarem sua oferta, focando os atributos de serviço desejados pelos clientes e reduzindo custos, ao eliminar elementos que estes não valorizam. Este estudo teve por objetivo identificar segmentos de varejistas segundo suas expectativas em relação ao nível de serviço logístico prestado por seus fornecedores e caracterizar os segmentos assim obtidos através de variáveis de fácil acesso, tais como variáveis demográficas e organizacionais. Com base em dados de ampla pesquisa de survey, conduzida junto a varejistas brasileiros, foram identificadas soluções de dois e três segmentos de clientes com base em suas expectativas quanto ao serviço logístico prestado pelos fornecedores. No entanto, não se encontrou suporte suficiente para caracterizá-los segundo variáveis de fácil acesso, o que dificulta na prática sua identificação pelos fornecedores e a adequação de sua oferta de serviços logísticos às necessidades de cada segmento de clientes, bem como uma melhor gestão de seus custos logísticos.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Figueiredo, K., Goldsmid, I. K., Arkader, R., & Hijjar, M. F. (1). Segmentação logística: um estudo na relação entre fornecedores e varejistas no Brasil. Revista De Administração Contemporânea, 11(4), 11-31. https://doi.org/10.1590/S1415-65552007000400002
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Rebecca Arkader, UFRJ; Universidade Federal do Rio de Janeiro Instituto COPPEAD de Administração

Doutora em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professora do Instituto COPPEAD de Administração da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Suas áreas de interesse em pesquisa são estratégia de operações e supply chain management

Maria Fernanda Hijjar, UFRJ Instituto COPPEAD de Administração; UFRJ Instituto COPPEAD de Administração

Mestre em engenharia de produção pela COPPE da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pesquisadora do Centro de Estudos em Logística, do Instituto COPPEAD de Administração da UFRJ. Suas áreas de interesse em pesquisa são logística e supply chain