Um estudo sobre a influência de Accruals na correlação entre o lucro contábil e a variação do capital circulante líquido de empresas



Artigo principal Conteúdo

Romualdo Douglas Colauto
Ilse Maria Beuren

Resumo

A presença de accruals são comuns no modelo contábil. Usados no sentido de provisões e estimativas, representam os elementos do resultado que, embora pelo regime de caixa já tenham sido efetivados, ainda não se atribuem na apuração ou do regime de competência. O fornecimento de uma medida do lucro para indicar o desempenho da empresa faz-se necessário para balizar o processo de tomada de decisões. Nessa perspectiva, o estudo delineado exploratório, com abordagem quantitativa, buscou analisar a influência dos accruals, provenientesda depreciação,na correlação entre o lucro contábil e a variação do capital circulante líquido. A população alvo para o estudo foram as empresas consideradas as 500 Maiores e Melhores Empresas do Brasil, conforme pesquisa realizada pela Revista Exame em 2002. Considerando-se, primeiro, uma amostra de 50 empresas selecionadas por acessibilidade, selecionaram-se intencionalmente 30 empresas para coleta e análise dos dados. Os resultados da pesquisa mostraram que houve baixa correlação negativa, quando a depreciação é reduzida do lucro contábil e baixa correlação positiva pela reintegração da depreciação ao resultado residual, significando que o desconhecimento do processo contábil pode influenciar as decisões, quando se considera o lucro como medida para determinar a eficiência empresarial.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Colauto, R. D., & Beuren, I. M. (1). Um estudo sobre a influência de Accruals na correlação entre o lucro contábil e a variação do capital circulante líquido de empresas. Revista De Administração Contemporânea, 10(2), 95-116. https://doi.org/10.1590/S1415-65552006000200006
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Romualdo Douglas Colauto, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Professor Adjunto do Departamento de Ciências Contábeis na Faculdade de Ciências Econômicas (FACE) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Suas áreas de interesse em pesquisas são teoria da contabilidade, contabilidade gerencial, contabilidade de custos, controle gerencial e controladoria.

Ilse Maria Beuren, Universidade de São Paulo

Doutora em Controladoria e Contabilidade pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da Universidade de São Paulo (USP). Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Regional de Blumenau/SC (PPGCC FURB). Pesquisadora nível 1C do CNPq. Suas áreas de interesse em pesquisa são contabilidade gerencial, contabilidade de custos, controle gerencial e controladoria.