Análise estratégica sob ótica relacional: enfocando grupos e blocos estratégicos



Artigo principal Conteúdo

Irene Raguenet Troccoli
T. Diana L. v. A. Macedo-Soares

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de pesquisa primária que buscou analisar o impacto das alianças e redes estratégicas na conduta e no desempenho de empresas situadas em um grupo estratégico - entendido como conjunto de empresas que competem mais acirradamente entre si por terem compromissos semelhantes de escopos e recursos. Esta análise relacional foi realizada no âmbito de um estudo de casos múltiplos, em um setor do agronegócio brasileiro, com o auxílio do conceito de bloco estratégico - empresas estruturalmente semelhantes e mais densamente conectadas do que as demais na indústria, constituindo, assim, uma rede. Aplicaram-se indicadores pertinentes a estrutura, modalidade e composição de redes ao caso de empresas que constituíam, na indústria de suco de laranja, simultaneamente grupo e bloco estratégico. Os resultados mostraram que a análise relacional de grupos estratégicos complementa a análise tradicional - posicionamento ou resource-based - das implicações estratégicas de fatores organizacionais e macro-ambientais específicos às empresas do grupo. Também mostraram que as redes capacitam a empresa situada em um grupo estratégico a ultrapassar as barreiras intergrupais, na medida em que complementam capacidades, provêem acesso a informações relevantes, proporcionam economias de escala e ajudam a gerenciar riscos e incertezas.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Troccoli, I. R., & Macedo-Soares, T. D. L. v. A. (1). Análise estratégica sob ótica relacional: enfocando grupos e blocos estratégicos. Revista De Administração Contemporânea, 8(1), 55-78. https://doi.org/10.1590/S1415-65552004000100004
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Irene Raguenet Troccoli, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Doutora e mestre em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). Graduada em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Consultora-associada à Fundação Getulio Vargas. Analista de desenvolvimento estratégico da Embratel. Suas áreas de interesse em pesquisa são Estratégias Empresariais, Marketing, Agronegócio, Telecomunicações.

T. Diana L. v. A. Macedo-Soares, Universidade de Montreal

Ph.D. em Filosofia pela Universidade de Montreal, Canadá. Professora Associada e Coordenadora de Pesquisa do Departamento de Administração do Instituto de Administração e Gerência da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (IAG/PUC-Rio), além de Membro da New York Academy of Sciences, da Strategic Management Society (E.U.A.), da Strategic Planning Society (U.K.) e Membro Senior da American Society for Quality - ASQ (E.U.A.) Suas áreas de interesse em pesquisa são a gestão de estratégias empresarias e corporativas, de melhoria contínua de performance - qualidade total, de alianças e redes estratégicas, bem como questões correlatas como avaliação e medição de desempenho.