[1]
N. S. de Almeida e S. Lemes, “Evidências do entendimento de quatro pronunciamentos contábeis por auditores independentes do Brasil”, Rev. adm. contemp., vol. 17, nº 1, p. 83-105, 1.