[1]
M. Blanck, “A Linguagem das Coisas”, Rev. adm. contemp., vol. 15, nº 5, p. 969-971, 1.