[1]
M. I. da S. Teles, “Inovação em serviços intensivos em conhecimento”, Rev. adm. contemp., vol. 14, nº 6, p. 1177-1177, 1.