[1]
F. J. R. de Almeida e F. J. B. de A. Sobral, “Emoções, inteligência e negociação: um estudo empírico sobre a percepção dos gerentes portugueses”, Rev. adm. contemp., vol. 9, nº 4, p. 9-30, 1.