[1]
M. P. Caldas, “Gestão de desempenho: Julgamento ou Diálogo?”, Rev. adm. contemp., vol. 6, nº 3, p. 223, 1.