[1]
A. R. Rosa, “Relações raciais e estudos organizacionais no Brasil”, Rev. adm. contemp., vol. 18, nº 3, p. 240-260, 1.