[1]
S. A. de Oliveira e Y. L. M. Bulgacov, “Wittgenstein e a administração: potencialidades da pragmática da linguagem aos estudos organizacionais e à estratégia”, Rev. adm. contemp., vol. 17, nº 5, p. 556-573, 1.