Um "Pas de Deux" da estratégia com a arte: as práticas do grupo Corpo de Balé



Artigo principal Conteúdo

Ernani Viana Saraiva
Alexandre de Pádua Carrieri
Ana Rosa Camillo Aguiar
Valéria da Glória Pereira Brito

Resumo

Este trabalho volta-se a apreender as estratégias organizacionais do Grupo Corpo, companhia de balé, com sede em Belo Horizonte, Minas Gerais. Partiu-se da premissa de que as estratégias estão configuradas nas práticas cotidianas de gestão da organização. A fim de atender ao objetivo proposto, utilizaram-se, como perguntas orientadoras, questões que são consideradas recursivas nesse campo: (a) Que é estratégia? (b) Quem é o estrategista? (c) Que fazem os estrategistas? (d) Que é que pode explicar uma análise dos estrategistas e suas ações? Como suporte metodológico à consecução do objetivo da pesquisa, foi realizada uma etnografia. Combinado a esta, adotou-se o procedimento de Grounded Theory, para desenvolver a proposta de conceituar estratégia de forma substantiva. Foi também realizada a análise situacional (Clarke, 2005). No final do trabalho, foi observada a construção de três mundos organizacionais identificados no Grupo Corpo: o mundo do Grupo de Balé, o mundo do Corpo Cidadão e o mundo da Escola de Dança. Foram também identificadas as práticas e as relações construídas entre estas e os sujeitos que efetivamente as implantam na organização estudada. Assim, foi montado um esquema relacional entre as práticas encontradas e os atores individuais e coletivos. Com base na análise do esquema relacional foi construído um conceito de estratégia para o Grupo Corpo.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Saraiva, E. V., Carrieri, A. de P., Aguiar, A. R. C., & Brito, V. da G. P. (1). Um "Pas de Deux" da estratégia com a arte: as práticas do grupo Corpo de Balé. Revista De Administração Contemporânea, 15(6), 1016-1039. https://doi.org/10.1590/S1415-65552011000600004
Seção
Artigos