Olhando além do " primeiro estruturalismo" para a pesquisa em marketing

Arcanjo Ferreira de Souza Neto, Sérgio Carvalho Benício de Mello

Resumo

Atualmente, após décadas de um dominante encantamento com as teorias, os métodos e os resultados provenientes de pesquisas embasadas na tradição econômica ou psicológica de investigação, a disciplina do Marketing vem proclamando um espaço cada vez maior a utilização dos pressupostos teóricos e metodológicos oriundos da Antropologia, como forma de compreender de modo exato os matizes do universo simbólico atrelado às práticas de consumo de um determinado grupo ou cultura. O presente artigo procura contribuir para a aproximação das duas disciplinas em tela por meio do resgate e melhor entendimento dos fundamentos de uma via bastante cara à Antropologia, qual seja: o estruturalismo. Com a intenção de tornar mais cônscios de seus atos aqueles que, de algum modo, procuram estabelecer as estruturas daquilo que investigam, no presente artigo são discutidas algumas características gerais dos estruturalismos, as suas principais taxonomias, a significação da noção de estrutura, os princípios gerais que norteiam a realização de uma análise estrutural, o papel do pesquisador na busca das estruturas, bem como a relevância e a aplicabilidade potenciais das investigações estruturalistas na área de Marketing.

Palavras-chave

epistemologia estruturalista; princípios metodológicos do estruturalismo; aplicabilidade do estruturalismo ao Marketing

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';