Ora (direis) ouvir estrelas!: Estudo das citações de autores de estratégia na produção acadêmica brasileira



Artigo principal Conteúdo

Luiz Paulo Bignetti
Ely Laureano Paiva

Resumo

Este artigo procura analisar as linhas de pensamento predominantes nos estudos de pesquisadores brasileiros de administração estratégica. Para tanto, utilizou-se um referencial teórico que classifica os principais autores da área, desde os clássicos, como Andrews e Chandler, até referências mais recentes, como Hamel e Prahalad, de acordo com duas perspectivas. Dentro da visão determinística, o ambiente é descrito como sendo completamente distinto e separado da organização, existindo claras fronteiras, que delimitam a ambos. Na visão indeterminista, conceptualiza-se a idéia de que a organização e o ambiente não são completamente separados e independentes, mas que pertencem ao mesmo continuum. Os resultados encontrados, a partir de uma análise de artigos apresentados no ENANPAD, apontam a predominância de uma visão determinística do ambiente, em que Porter é um dos autores mais citados. A visão indeterminista do ambiente aparece como uma perspectiva que ainda atrai poucos pesquisadores. A diminuta citação de autores nacionais é outro aspecto relevante da análise feita, refletindo a limitação da pesquisa acadêmica brasileira nesta área de conhecimento.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Bignetti, L. P., & Paiva, E. L. (1). Ora (direis) ouvir estrelas!: Estudo das citações de autores de estratégia na produção acadêmica brasileira. Revista De Administração Contemporânea, 6(1), 105-125. https://doi.org/10.1590/S1415-65552002000100007
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Luiz Paulo Bignetti, École des Hautes Études Commerciales

Ph.D. em Administração pela École des Hautes Études Commerciales, Montreal, Canadá. Professor Titular do Centro de Ciências Econômicas da Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Suas áreas de interesse em pesquisa são teoria organizacional, estratégia em empresas intensivas em conhecimento, gestão da inovação.

Ely Laureano Paiva, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutor em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Coordenador do Curso de Mestrado em Administração e Professor Adjunto do Centro de Ciências Econômicas da Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Suas áreas de interesse em pesquisa são estratégia, estratégia de operações, gestão do conhecimento.