Antecedentes e Consequências da Participação de Advisor em Fusões e Aquisições



Artigo principal Conteúdo

Marcelo Daniel Araújo Ermel
Roy Martelanc

Resumo

Fusões e Aquisições (F&A) é um assunto extensamente estudado na literatura internacional de finanças. Uma questão em aberto é o papel e impacto da participação de um advisor para auxiliar no processo de negociação. A literatura concentra-se no estudo do mercado americano com características diferentes de um mercado emergente com firmas de propriedade concentrada. Utilizando dados de 7.302 operações brasileiras, este artigo investiga o papel da presença de advisors no tempo de negociação e a taxa de sucesso, bem como identifica características das transações que sejam determinantes para sua participação. Por meio de regressão linear e logística, constatou-se que as transações que contam com a participação de advisors têm (a) um maior tempo de transação, tradicionalmente associado a eles terem um papel ativo, (b) uma maior taxa de sucesso. Adicionalmente, constatou-se que a probabilidade de participação de um advisor aumenta com a complexidade e porte do negócio, com a experiência anterior com F&A da adquirente e quando o pagamento é totalmente em ações.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Ermel, M. D. A., & Martelanc, R. (2018). Antecedentes e Consequências da Participação de Advisor em Fusões e Aquisições. Revista De Administração Contemporânea, 22(6), 859-884. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2018170282
Seção
Artigos