Dilemas Éticos Enfrentados por Profissionais de Recursos Humanos: Explorando Cursos de Ação



Artigo principal Conteúdo

Beatriz Maria Braga
Edson Keyso de Miranda Kubo
Eduardo Oliva

Resumo

Embora o tema do papel que a área e os profissionais de Recursos Humanos (RH) têm a desempenhar em questões éticas venha ganhando destaque na literatura internacional, ainda são escassos os trabalhos sobre esse tema no Brasil (Santos, Mendonça, & Demo, 2015). A partir de uma pesquisa qualitativa conduzida com 23 gestores de RH de empresas nacionais e internacionais, este trabalho investigou as percepções de profissionais de RH sobre o seu papel em relação às questões éticas da gestão de pessoas, os dilemas que enfrentam e a sua conduta frente a esses dilemas. Como resultados, observou-se que os entrevistados entendem que o seu principal papel é atuar como parceiros do negócio, e que as pessoas têm valor porque contribuem para o desempenho organizacional. Ademais, acreditam que desempenham um papel importante na conciliação dos objetivos, muitas vezes, conflitantes das organizações e dos funcionários. Relataram que se sentem pressionados pelos dilemas éticos que dizem respeito às informações a que tem acesso, ao desempenho das funções da área de RH e ao seu papel de especialistas. Observou-se também que se sentem guardiões da ética nas organizações, devendo dar o exemplo às demais áreas. Os resultados mostram as especificidades da tomada de decisão do profissional de RH, em que diferentes fatores influenciam os cursos de ação.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Braga, B. M., Kubo, E. K. de M., & Oliva, E. (1). Dilemas Éticos Enfrentados por Profissionais de Recursos Humanos: Explorando Cursos de Ação. Revista De Administração Contemporânea, 21(6), 832-850. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2017160368
Seção
Artigos