Impacto da Adoção das Normas Internacionais de Contabilidade na Área da Controladoria

Ilse Maria Beuren, Dalci Mendes Almeida

Resumo

Este estudo objetiva verificar o impacto da adoção das normas internacionais de contabilidade, sob a lente da Teoria da Estruturação, na área da controladoria de empresas do Novo Mercado da BM & FBovespa. Um levantamento foi realizado nas 118 empresas listadas no Novo Mercado da BM & FBovespa, e a amostra constituiu-se das 36 empresas respondentes. Um questionário, elaborado com base nos estudos de Macintosh e Scapens (1990, 1991), Barrachina (2001), Giddens (2003), Junquilho (2003) e Busco (2009), foi enviado aos controllers e/ou pessoas da controladoria que participaram do processo de adoção das normas internacionais de contabilidade. Aos dados coletados aplicaram-se as técnicas estatísticas de análise fatorial e correlação canônica. Os resultados apontam que o processo de convergência impactou na estrutura da controladoria, e a ação se refletiu nesta estrutura. Nela, novas regras sociais e recursos influenciaram a ação dos gestores, por meio da discussão e do poder de influência, legitimando novas normas e valores. A ação impactou na estrutura, o que evidencia a dualidade desta quando em interação, preconizada por Giddens (1979, 1996, 2003). Conclui-se que o processo de adoção das normas internacionais de contabilidade impactou a área organizacional da controladoria e provocou a produção e a reprodução de sua ordem social.

Palavras-chave

teoria da estruturação; normas internacionais de contabilidade; controladoria

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';