Estratégia em contextos complexos e pluralísticos



Artigo principal Conteúdo

Lucilaine Pascucci
Victor Meyer Jr.

Resumo

Hospitais são organizações complexas, pluralistas e paradoxais. Dois aspectos críticos da abordagem estratégica nessas organizações têm sido a formação de estratégias e a complexidade organizacional, influenciando uma dicotomia entre intenção e ação. O objetivo deste estudo foi analisar como ocorre o processo de formação de estratégias em hospitais, como sistemas complexos. Para tanto, examinou-se de que forma elementos da complexidade e elementos cognitivos influenciam a transformação de intenções em ações. O estudo se fundamentou na teoria estratégica em organizações e nas teorias da complexidade, com ênfase no processo de strategizing e sensemaking. Trata-se de um estudo comparativo de natureza qualitativa com abordagem multimetódica. Os dados foram analisados mediante técnicas de análise de narrativa e análise documental. Resultados demonstraram que o processo de formação de estratégias em hospitais é iterativo e criativo, e combina sensemaking e práxis, identificando-se um padrão de formação de estratégias.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Pascucci, L., & Meyer Jr., V. (1). Estratégia em contextos complexos e pluralísticos. Revista De Administração Contemporânea, 17(5), 536-555. https://doi.org/10.1590/S1415-65552013000500003
Seção
Artigos